ACATS implanta Escola do Varejo de SC

O Programa Escola de Varejo será implantado em Santa Catarina como resultado da parceria entre a KM Partners e a Associação Catarinense de Supermercados (Acats). As turmas serão abertas em Florianópolis e Chapecó a partir de outubro.

O Programa conta com 86 horas de atividades (aulas teóricas, exercícios práticos, visitas técnicas e estudos de casos), com encontros quinzenais de 4h, totalizando 14 encontros.

O objetivo é o desenvolvimento das lideranças do setor supermercadista, com foco em resultados, capazes de inspirar e engajar pessoas, visando a melhoria da performance do atendimento nos pontos de venda.

Duas palestras da diretora da KM Partners, Kelly Malheiros, em Florianópolis nesta terça-feira (03.09) e em Chapecó (05.09) dão início a esta parceria.

De acordo com o Diretor Executivo da ACATS, Antonio Carlos Poletini, que representou a Entidade na apresentação na Capital, enfatizou o trabalho constante da ACATS pela qualificação e requalificação de todas as categorias profissionais que atuam no setor supermercadista catarinense. “É um dos pilares da nossa atuação”, afirma.

Papel da empresa incorpora a Educação

A empresa assumiu hoje um papel social de ´educar´ os profissionais que contrata para suprir deficiências da educação dentro de casa e na escola, que não fizeram a sua parte. Este é um dos pontos de vista de Kelly Malheiros para explicar uma lacuna existente hoje no mercado, entre a expectativa das empresas pela mão de obra que procuram e o que as pessoas estão entregando na sua atuação profissional.

Kelly identifica um grande contingente de pessoas que hoje usam ´muletas´ para se transformarem em seres ´esperadores´.

– Elas esperam que o patrão faça algo, elas esperam que a vida melhore, elas esperam por alguém que mude algo ao seu redor. Mas essas pessoas precisam sim é mudar seu pensamento, se tornarem protagonistas. A incerteza e a ansiedade por uma falta de perspectiva no futuro, deixa a pessoa no ´não fazer´, o que a prejudica.

Em outra linha de pensamento, Kelly identifica no mercado de trabalho um contingente enorme de pessoas que estão em um dilema, trabalhar para ganhar dinheiro por necessidade de pagar as contas ou trabalhar por aquilo que as fazem felizes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui