Greenforest: Oeste ganha moderna indústria de processamento de madeira

Indústria será inaugurada no sábado (7) às 11 horas da manhã em Arvoredo

Será inaugurada neste sábado (7 de dezembro), no município de Arvoredo, no oeste catarinense, uma das mais modernas indústrias de processamento de madeiras do sul do Brasil: a Greenforest, do empresário André Leonardo Schumann.

Localizada na estrada Rosalino Nardi, altura do quilômetro 20 da Rodovia SC-283, a madeireira ocupa uma área territorial de 179 mil metros quadrados sobre a qual foi instalada uma estrutura industrial de 20 mil metros quadrados. A capacidade de expansão já está projetada para as futuras instalações de unidade fabril.

A Greenforest absorveu investimentos da ordem de 7 milhões de reais e entrou em regime de produção no mês de outubro. Nessa primeira fase, os principais produtos da empresa resultam do processamento e desdobramento de madeira, ripados, tabuados e biomassa. Para a segunda fase está prevista a fabricação de móveis em geral.

A empresa adota máquinas e equipamentos de última geração para indústria madeireira, bem como máquinas de movimentação de carga como carregadeira, empilhadeira e caminhões. Em face da elevada taxa de automação, o número de empregos diretos gerados foi de 30 novos postos de trabalho.

Uma das inovações tecnológicas é o Scanner de toras na entrada de toda matéria-prima. Esse equipamento permite definir com precisão as bitolas para melhor aproveitamento e rendimento de cada peça.

O volume de produção situa-se em aproximadamente 3 mil metros cúbicos por mês. Cerca de 30% da produção é absorvida pelo mercado interno e 70% destinam-se a exportação. A China, Arábia Saudita, Coreia do Sul, Europa e Estados Unidos da América são os atuais compradores.

Uma das linhas de atuação é a oferta de produtos ao mercado de embalagens (China, Coreia e Arábia Saudita), mas haverá a matéria prima para outros produtos, principalmente construção civil (mercado norte americano) e móveis (Brasil e Europa).

A procedência da matéria-prima é absolutamente regular. A empresa tem reflorestamento próprio e também compra de terceiros, priorizando os silvicultores do oeste de Santa Catarina. Está em processo de certificação para receber selo de sustentabilidade.

O proprietário André Schumann enfatiza que a Greenforest “será a maior unidade de processamento de eucalipto de Santa Catarina, com capacidade de industrialização de 200 hectares por ano com madeira de origem reflorestada, de espécies exóticas e com sistema de rastreabilidade. Ele lembra que o oeste catarinense foi intensamente reflorestado nas últimas décadas e que a região conta com produção sustentável dessa matéria prima.”

LIDERANÇA

André Leonardo Schumann, 42 anos, graduado em Administração é presidente da Schumann Móveis e Eletrodomésticos, com sede em Chapecó. A rede surgiu em outubro de 1997, quando  a primeira loja foi inaugurada em Seara (SC). Atualmente são mais de 80 unidades de varejo. Em meados de 2019, a Schumann comprou a rede gaúcha Multisom. Juntas, Schumann e Multisom somam 153 lojas em mais de 100 cidades nos três estados do sul e sustentam 1600 empregos diretos. A fundação da Greenforest faz parte de uma estratégia de expansão do grupo e diversificação das áreas de atuação.

INAUGURAÇÃO

O ato inaugural está programado para as 10h30 da manhã deste sábado (7/11), na Estrada Rosalino Nardi, à altura do Km 20 da rodovia SC-283, em Arvoredo (SC), com a presença dos colaboradores da madeireira, lideranças dos municípios de Seara, Itá, Xavantina, Paial, Arvoredo e Chapecó, autoridades e empresas parceiras da Greenforest.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui