TRIA, startup acelerada pela OBr.global lança aplicativo e-Health e usa a tecnologia para aproximar médicos e pacientes

O lançamento será no dia 16 de setembro, das 10h40 às 12h30, na 17ª edição da RIO INFO, no painel “Health Tech” – o mundo tecnológico no importante setor da saúde. https://rioinfo.com.br/2019/08/13/health-tech-2/

Acelerada pela OBr.global, uma das aceleradoras internacionais mais importantes do país, a TRIA lança sua aplicação segunda-feira, dia 16 de setembro, das 10h40 às 12h30, no painel “Health Tech” da 17ª edição do RIO INFO, o seu aplicativo de e-Health, que usa a tecnologia para aproximar médicos e pacientes e facilita na distribuição eletrônica de exames e laudos médicos em clínicas e laboratórios que não tenham essa tecnologia.

A startup tem a missão de colocar o paciente como ponto central e facilitar o fluxo de informações no complexo sistema de saúde. Assim, os usuários também poderão baixar exames de qualquer laboratório no Brasil (sistema agnóstico) ao disponibilizar o login e senha e dar autorização para que o TRIA Bot (“robô motoboy TRIA”) faça a coleta digitalmente e armazene as informações no aplicativo.

Um paciente, ao longo de sua vida realiza inúmeras consultas e exames, dados que ficam armazenados em locais diferentes tanto na forma física, quanto digital, em depósitos e nos computadores dos provedores de saúde. Atento às necessidades do mercado e impulsionado pelo crescimento exponencial no Brasil e no mundo do setor de e-Health – tecnologias aplicadas à saúde – a 4H Tecnologia em Saúde, empresa de participações e investidor anjo da TRIA, lançou em 2016 a primeira versão do aplicativo através da sua equipe de executivos multidisciplinares nas áreas de Tecnologia, Saúde, Design e Empreendedorismo.

A TRIA resolve, ao trazer um aplicativo para armazenamento, gestão e compartilhamento de exames, a questão da centralização de todas as informações de saúde do paciente em um único lugar. É a TRIA cuidando da saúde do paciente, reduzindo os custos para instituições de saúde (B2B) e trazendo praticidade, rapidez e segurança no armazenamento dos dados médicos do paciente (B2C).

Após aporte do grupo de investidores anjo e recursos provenientes do Programa Startup Brasil, a TRIA chega ao mercado com a sua nova arquitetura em Blockchain e seguindo padrões internacionais de segurança com a missão de colocar o paciente como ponto central e facilitar o fluxo de informações no complexo sistema de saúde.

 TRIA Bot facilita o fluxo de informações entre instituições de saúde, médicos e pacientes.

A TRIA basicamente funciona como um assistente pessoal de saúde: uma interface para médicos e outra para pacientes. Ele permite ao paciente ter acesso a todo o seu histórico médico em apenas uma plataforma móvel, disponível em qualquer lugar. Além disso, o paciente pode adicionar e receber diretamente dos provedores de saúde, de forma eletrônica e agnóstica, novos resultados de exames, gerando assim uma atualização do seu histórico e o armazenamento de todos os seus dados de saúde no mesmo aplicativo. Uma outra funcionalidade da TRIA é a possibilidade de encontrar médicos recomendados por amigos e familiares e conhecer um pouco mais sobre o currículo do profissional. Para os médicos, o aplicativo informa através de alertas quando o paciente acrescenta novas informações na plataforma e permite a utilização de um Prontuário Eletrônico ágil e simples para melhor acompanhamento do paciente. Desta forma, o médico pode olhar um exame e diagnosticar o paciente sem precisar, necessariamente, marcar uma nova consulta.

“O papel do médico de família tem diminuído significativamente e, em geral, há um médico para cada tipo de doença/especialidade. Na prática, os médicos quase não conversam entre si. A TRIA é uma aplicação que vem para ajudar na comunicação entre médicos, pacientes e diferentes Instituições de Saúde”, destaca Annalídia de Moraes, Diretora Executiva da TRIA.

A TRIA disponibiliza o “TRIA Bot” customizado para hospitais, laboratórios e clínicas executarem a distribuição de seus exames e informações médicas eletronicamente. Um dos principais parceiros a apostar nesta iniciativa foi o Vita Check-up Center, do Rio de Janeiro, que tem uma média de 300 atendimentos por mês para realização de check-up geral dos pacientes. “Será possível interagir com diferentes unidades de saúde (laboratórios, hospitais, clínicas e consultórios) ao receber e armazenar os resultados de todos os exames através de um dispositivo móvel”, explica Annalídia.

Os principais benefícios para as instituições de saúde com o uso do TRIA Bot são: economia com a impressão de exames, agilidade nos processos médicos, redução de espaço físico utilizado para arquivamento de exames, segurança na entrega de resultados e rapidez nos diagnósticos médicos.

A TRIA foi acelerada pela OBr.global, aceleradora de negócios internacionais, que mantém sede no Rio de Janeiro e filiais no Vale do Silício, San Antonio, Texas, e que ganhou o prêmio “Best Mid Market Solution” de melhor solução para o mercado de empresas de médio porte pelo programa Brasil IT+ nos Estados Unidos através de seu CEO, Robert Janssen, atual Diretor Vice-Presidente de Relações Internacionais da Assespro Nacional (Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação) e com o apoio do CNPq, do Ministério das Ciências, Tecnologias, Inovações e Comunicações, Startup Brasil e Softex – Tecnologia da Informação Brasileira.

A OBr.global busca sempre ser uma alternativa além da sobrevivência, abrindo caminho para um mundo de possibilidades no mercado global de negócios. A metodologia da aceleradora é baseada em quatro pilares principais: Internacionalização, Mentoria, Aceleração e Investimentos, com agendas em várias capitais do país.

Segundo Robert Janssen, os investimentos em startups da área de saúde têm sido crescente com muitas soluções interessantes para o setor, principalmente as digitais. Estes investimentos vieram dos Estados Unidos e produziram empresas de grande sucesso como Athena Health, Castlight Health, Omada Health, entre outras.

“A TRIA é um software que vem para ajudar na comunicação entre médicos, pacientes e diferentes Instituições de Saúde”, destaca Janssen.

O primeiro parceiro a apostar nesta iniciativa foi o Laboratório Dom Bosco, de Niterói, que conta com dez unidades e tem uma média de 600 atendimentos por dia e distribuiu mais de 350.000 exames utilizando o TRIA Bot. “Será possível interagir com diferentes unidades de saúde (laboratórios, hospitais, clínicas e consultórios) ao receber e armazenar os resultados de todos os exames através de um dispositivo móvel”, explica Alex Lucena, CEO da 4H Tecnologia em Saúde e que liderou como executivo o lançamento inicial da TRIA.

SERVIÇO:

Evento de Lançamento: RIO INFO 2019 – Painel “Health Tech”, o mundo tecnológico no importante setor da saúde.

Av. Paulo de Frontin, 1 – Cidade Nova, Rio de Janeiro – Cep: 20261-243

Data:  16 de setembro de 2019

Horário: das 10h40 às 12h30

https://rioinfo.com.br/2019/08/13/health-tech-2/

https://rioinfo.com.br/

Para mais informações:

https://tria.health/#contato

Contato:  Carlos Andre P. Lucena, CEO

Tel: +55 (21) 99999-9976

E-mail: andre.lucena@docpad.com.br

URL: https://tria.health

suporte@tria.health – Empresa de software · Administrador de serviços de saúde

*Para mais informações sobre a OBr.global e seus programas de aceleração para startups acesse: http://obr.global

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui