JOINVILLE: Palestra gratuita “A Evolução da Educação em um Mundo Digital” explica sobre as novas tecnologias usadas no EAD

Teleaulas, 3D, arquivos digitais, simulações, podcasts e laboratórios presenciais são alguns dos recursos da metodologia que está conquistando, cada vez mais, alunos.

O EAD (Ensino a Distância) vivencia um momento de crescimento vertiginoso, aliado a uma consolidação no mercado educacional. De acordo com o censo  EAD.BR, organizado pela Associação Brasileira de Educação A Distância (ABED), entre 2017 e 2018, no Brasil, houve 1,5 milhão de matrículas novas nessa modalidade de ensino. “Cada vez mais, está diminuindo a distância entre os alunos matriculados no presencial e no EAD. O segredo disso é a qualidade no ensino ofertado”, declara o diretor dos polos da Unicesumar de Blumenau, Gaspar, Indaial, Jaraguá do Sul e Joinville, Adriano Albano. Com o objetivo de apresentar as tecnologias inovadoras que são utilizadas e o futuro da educação, o executivo fará, no dia 11 de fevereiro, a partir das 19h, em Joinville, a palestra “A Evolução da Educação em um Mundo Digital”.

A palestra funciona como a aula inaugural do ano para os alunos da Unicesumar, mas é aberta ao público que quer conhecer melhor como funciona a metodologia. Albano trabalha com educação há mais de 15 anos e tem acompanhado a rápida evolução do EAD.  O declínio no número de alunos no ensino presencial, motivou o MEC a publicar a portaria 2117, no dia 06 de dezembro de 2019, que permite chegar-se a 40% da carga horária dos cursos presenciais em atividades mediadas por tecnologia e a distância. “Na Unicesumar, desde 2017, isso já vem acontecendo com a implantação de cursos híbridos, que significa a união entre aulas a distância e presenciais em laboratórios. E a modalidade tem se mostrado acertada”, afirma.

Quem acha que fazer curso a distância é mais fácil que o presencial está muito enganado. A dedicação do aluno que escolhe fazer um curso EAD exige tempo para estudar, dedicação e organização para acompanhar as aulas. “Não é só uma aula por semana, como muitos pensam. O aluno tem que estudar todos os dias”, avisa Albano.

A maioria dos alunos divide o seu tempo entre as aulas e o trabalho. Por exigir mais maturidade para fazer o EAD, ainda, a maioria dos alunos, segundo o censo da ABED, é composta por pessoas com idade a partir dos 26 anos. Do total de matriculados no EAD, 76,3% tem idade entre 26 e 41 anos. “Porém, diante da qualidade do ensino ofertado e as tecnologias envolvidas na metodologia, os mais jovens já estão começando a migrar para o EAD”, explica.

Essa nova preferência dos mais jovens se justifica no Brasil pelo aumento do acesso à internet. De acordo com o censo, 67% dos brasileiros acessam a internet diariamente, sendo que 71% está nas cidades e os demais em áreas rurais. O tempo de conexão diária já chegou a nove horas. “A possibilidade de estudar de qualquer lugar, está trazendo não só as pessoas mais jovens, mas também as mais velhas para o EAD”, explica Albano.

Os cursos EAD estão cada vez mais dinâmicos e envolventes. Tanto que são utilizadas diversas técnicas de aprendizagem. Entre elas, as teleaulas, textos digitais (artigos, apostilas, capítulos de livros, livros eletrônicos) vídeos, objetos digitais de aprendizagem, QrCode, realidade aumentada, podcasts, simulações online, jogos eletrônicos, 3D e muitas outras atrações. Há, ainda, a metodologia ativa, na qual o pape do aluno muda de um mero receptor de conteúdo para um papel ativo na aprendizagem.

 “Com a tecnologia sendo cada vez mais presente no ambiente de aprendizado, os jovens estão também começando a despertar para o potencial do EAD. Por isso, a importância de explicar o avanço da tecnologia e de que forma pode contribuir para melhorar a qualidade dos cursos de ensino superior. É interessante observar que muitas pessoas ainda acreditam que a educação só funciona com o ensino presencial. Mundialmente já se discute que o ensino tradicional precisa ser urgentemente reformulado”, enfatiza.

O quê: “A Evolução da Educação em um Mundo Digital”, com Adriano Albano

Quando: dia 11 de fevereiro, a partir das 19h

Onde: polo Unicesumar – Rua Dr: João Collin, 1477, em Joinville

Quanto: gratuita

Inscrições: (47) 3025-7544

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui