Entrevista Exclusiva: Lorenzo Frazzon – especialista no mercado de Criptomoedas e Blockchain

A equipe do Portal Business SC entrevistou na última sexta-feira, Lorenzo Frazzon, analista de investimentos e especialista em Criptomoedas e Blockchain, que esteve em Joinville para uma palestra na Sustentare Escola de Negócios. Confira a entrevista:

  • Conte nos um pouco da sua formação e experiência profissional e quando iniciou as suas atividades no universo das Criptomoedas?

 Eu comecei no mercado financeiro em 2007, na minha cidade natal, Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Sou formado em Economia e fiz o meu Doutorado na área de Finanças em Florianópolis, Santa Catarina. Comecei a trabalhar em gestoras de recursos financeiros em 2015. Sempre estive ativo no mercado financeiro e conheci as Criptomoedas em 2012 quando fui questionado sobre o assunto durante uma palestra. A partir de 2016 comecei a ter mais contato com as Criptomoedas em função de clientes que me pergutavam muito sobre o assunto. Comecei a pesquisar e estudar bastante o tema. Com o boom das Criptomoedas em 2017 acabei saindo do meu emprego para montar a Blocko Ventures, empresa focada em investimentos em Blockchain e Criptomoedas.

  • O conceito de Criptomoedas é bastante confuso, poucas pessoas entendem. Existe uma forma simples e didática de explicar o que são Criptomoedas?

 Basicamente as Criptomoedas são moedas digitais. É a representação no ambiente digital de uma moeda. A grande revolução, o grande diferencial é que em 2008 quando foi publicado o artigo que criou o Bitcoin, por Satoshi Nakamoto, que ninguém sabe de verdade se é uma pessoa ou várias, foi resolvido um problema que era evitar que uma moeda digital fosse gasta duas vezes, pois não existia ainda essa tecnologia. Muitas moedas digitais haviam sido criadas antes das Criptomoedas mas não conseguiram ter sucesso em função de não conseguirem resolver essa questão. A partir desse fato nasceram as Criptomoedas. Com a criptografia e a tecnologia que existe por trás do Blockchain, que suporta o Bitcoin, a moeda digital pode existir no meu celular e eu posso enviar para qualquer pessoa com total segurança, sem risco de ser falsificada ou duplicada. Hoje o Bitcoin possui mais de 40 milhões de carteiras no mundo e a sua utilização vem crescendo rapidamente. É a representação digital de uma moeda tradicional.

  •  Quais são as principais Criptomoedas existentes hoje e na sua visão quais são as tendências desse mercado?

 Atualmente existem mais de 2 mil Criptomoedas, mas 98% delas não valem absolutamente nada. Hoje a principal Criptomoeda é o Bitcoin que é realmente o ouro digital, a primeira Criptomoeda, a mais forte e sólida. Mas existem outras como o Ethreum que na verdade é uma plataforma Blockchain e você usa essa moeda para participar da plataforma. Temos também o XRP da Ripple que é a terceira maior Criptomoeda, mas é privada, então tem algumas diferenças. Existem uma série de outras Criptomoedas com funções mais específicas. Existem também outros tipos de Bitcoin como o Bitcoin Cash que é uma divisão do Bitcoin principal, o Bitcoin SV, o BatCoin que é uma das mais antigas Criptomoedas. Existem outras moedas com foco em privacidade e anonimato que são muito questionadas por governos, como o Monero e o ZCash. Eu acompanho diariamente cerca de 50 a 70 Criptomoedas que são as que enxergo maior potencial. Dessas acabamos investindo entre 10 e 20 que são as que mais acreditamos. É uma tecnologia, o Blockchain, que irá revolucionar várias partes da economia tradicional. Eu que venho do mercado financeiro tenho muita ciência e muita convicção de que muitas coisas que existem hoje no mercado financeiro, que são burocráticas e difíceis o Blockchain vai revolucionar. Na verdade, isso já está acontecendo, reduzindo custos, ganhando solidez e segurança nos processos. É um caminho sem volta na minha visão. O Facebook lançou recentemente uma proposta para criar a sua própria Criptomoeda e isso com certeza vai potencializar ainda mais o crescimento do mercado. Afinal são mais de 40 milhões de pessoas que utilizam Criptomoedas no mundo e somente o Facebook tem mais de 2,2 bilhões de usuários.

  • Qual a sua visão sobre a Receita Federal querer acompanhar a movimentação das Criptomoedas no Brasil?

 Em 7 maio desse ano a Receita Federal editou a instrução normativa 1888 com diversas regras que devem ser seguidas, por empresas e pessoas físicas, para informação sobre as operações com Criptomoedas no Brasil. Isso faz bastante sentido, mas os termos colocados foram um tanto quanto pesados. Não para as empresas que trabalham nesse mercado, mas sim para as pessoas físicas que investem em Bitcoins. São diversas tarefas que precisam ser feitas e isso gera bastante trabalho. Mas é importante essa regulamentação porque acaba trazendo de certa forma mais segurança para esse mercado e isso deve atrair mais investidores. Essas regras já existem nos investimentos tradicionais então nada mais justo do que também existirem no mercado de Criptomoedas. A norma é muito boa e inclusive vai tirar do mercado algumas empresas que são amadoras e que acabam prejudicando as demais empresas que trabalham profissionalmente nesse mercado. É mais segurança para o investidor e mais segurança para as empresas que trabalham nesse mercado.

  •  Quais dicas e recomendações você daria para um futuro investidor que está avaliando a possibilidade de investir em Criptomoedas?

 Como qualquer investimento é preciso estudar bastante o assunto para poder escolher o melhor caminho a ser seguido nesse mercado. Sempre recomendo para as pessoas colocarem apenas uma parte do valor total de investimento em Criptomoedas. Preferencialmente não exceder 5% do portfólio total do valor dos investimentos. A tendência das Criptomoedas é valorizar muito ao longo do tempo mas existe ainda muitas oscilações, assim como em outros tipos de investimento. Importante também pensar em Criptomoedas como um investimento de longo prazo. Então se você precisa de recursos no curto prazo, não recomendo as Criptomoedas como investimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui