Entrevista Exclusiva – Carlos Zilli – O mercado de franquias

Carlos Zilli é membro do Conselho de Administração da Imaginarium, Haco Etiquetas, Cottonbaby, Grupo Lunelli, Brognoli Imóveis, Grupo Linhares e ABF e atualmente é sócio da rede de franquia Café Cultura.

  • Conte nos um pouco da sua formação e experiência profissional e quando iniciou as suas atividades no mercado de franchising.

Atualmente é membro do Conselho de Administração da Imaginarium, Haco Etiquetas, Cottonbaby, Grupo Lunelli, Brognoli Imóveis, Grupo Linhares e ABF. Possui 30 anos de experiência em empresas como Makro, Shell, Hering. Foi sócio da Imaginarium, Love Brands e  Able Creation Development Limited na cidade de Shenzhen – China.

Atualmente é sócio da rede de franquia Café Cultura.

Formação acadêmica: graduação em Administração de Empresas pela PUC-SP, MBA´s na FGV (Comércio Internacional) e USP (Gestão), extensão em Planejamento Estratégico pelo IMD em Lausanne e formação como conselheiro de administração pelo IBGC. Mentor Endeavor

  • O Estado de Santa Catarina teve o maior aumento no número de franquias em 2018 no Brasil, segundo recente levantamento da ABF. Quais foram os principais fatores que impulsionaram esse crescimento?

Somos um estado com um forte espírito empreendedor e isto reflete diretamente no setor de franquias, que geralmente atrai pessoas em busca de um negócio mais profissional, com maior garantia de sucesso e solidez.

Santa Catarina se destaca também por ser um celeiro de marcas de franchising de sucesso, que após se consolidarem no Estado, estão conquistando importantes fatias no mercado nacional, a exemplo de Lez a Lez, Portobello, DNA, Restaura Jeans, Marisol, Raphaella Booz, Hering  e Café Cultura.

  • Num cenário de dificuldade econômica que estamos vivendo no Brasil há bastante tempo, o setor de franquias pode ser visto como um investimento atraente para futuros empreendedores?

O setor de franquias se descolou do cenário nacional, por vários anos o crescimento atingiu 2 (dois) dígitos, mas mesmo com toda crise, o mercado de franquias permaneceu em crescimento com +7,1% em 2018.

  • Na sua visão o que é necessário ser feito para que o setor de franquias tenha um crescimento ainda mais forte nos próximos anos?

Manter a qualidade dos franqueados através de uma seleção rigorosa, criação de novos negócios inovadores, introduzir o conceito de transformação digital, desenvolver profissionais visando a perpetuidade do sistema e investir na construção de marcas.

  • Quais dicas e recomendações você daria para um futuro empreendedor que está avaliando a possibilidade de investir numa franquia?
  • Fazer uma auto analise para avaliar se possui perfil adequado para ser franqueado (perfil empreendedor)
  • Conhecer o sistema de franquia
  • Definir o segmento de negócio que mais o atrai
  • Visitar as franquias em operações e conversar com os franqueados da rede
  • Alinhar expectativa de ganho x investimento
  • Pesquisar o nível de satisfação dos consumidores com a marca

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui