Mobília para o Coworking: Veja como deixar o ambiente agradável

A arquitetura e o melhor aproveitamento dos espaços são fundamentais para que a rotina de trabalho seja agradável.

As relações sociais estão cada vez mais dinâmicas e isso interfere diretamente no perfil do profissional e na constituição dos espaços destinados às tarefas laborais. Nesse cenário, o coworking é uma forte tendência.

Saiba mais sobre ele e de forma criar um ambiente agradável e que reflita as características desse espaço multifuncional.

O que é coworking

O termo diz respeito ao espaço onde diversas pessoas e empresas compartilham o mesmo ambiente de trabalho. Trata-se, portanto, da utilização coletiva de um local que fornece toda infraestrutura para que as atividades aconteçam da melhor forma.

Saiba mais: Entrevista Exclusiva: Sr. Daniel Leipnitz; Presidente da ACATE

Os coworkings surgiram nos Estados Unidos e vêm ganhando cada vez mais visibilidade no Brasil. Esse conceito de apropriação de espaço de trabalho é tão atrativo que o número de adesão cresce em uma velocidade surpreendente.

Dados atuais revelam que, aproximadamente, 3% do mercado de escritórios do mundo migraram para esse sistema. A previsão é de que esse número pode chegar a 30% até o ano 2030.

Dividindo espaços e experiências

Esse tipo de local favorece o contato com pessoas que trabalham em diferentes áreas de atuação. A grande vantagem é poder ampliar a rede de contatos e criar infinitas possibilidades de networking.

Para isso, é importante que o ambiente seja atrativo, prático, versátil e proporcione conforto aos usuários. Dessa forma, se você pretende criar um coworking, é importante levar em consideração os seguintes elementos:

Projeção do fluxo de pessoas

A estrutura deve estar coerente com a quantidade de pessoas que usarão o espaço. Isso influencia diretamente na produtividade. Portanto, evite criar estruturas em que os usuários tenham que disputar por lugar ou fiquem muito amontoados.

Móveis versáteis

Os espaços devem estar harmonizados com o contexto geral. Por isso, é importante ter em mente que os móveis são as peças-chave para a criação de elementos harmônicos e que atendam às necessidades dos usuários.

Saiba mais Empresas de madeira e móveis de SC lucram com guerra comercial entre EUA e China

Locação de mobília

A dinâmica é o principal componente do conceito de coworking. Nesse sentido, é preciso pensar em estratégias que não interrompam a fluidez da rotina desses espaços.

Alugar os móveis que serão utilizados é uma forma eficaz de manter os ambientes sempre atuais. Esse tipo de serviço garante a flexibilidade da troca de mobília sempre que o conceito do local necessitar ser renovado ou modificado.

Além disso, a grande vantagem está na economia de tempo e investimento, uma vez que você não precisará se preocupar com a manutenção.

Caso haja aumento ou diminuição no quadro de usuários, basta devolver ou acrescentar móveis que estão de acordo com o conceito e o design dos ambientes.

Espaços para refeições

Lembre-se de que o fluxo de pessoas pode ser intenso nesses locais, principalmente na hora do almoço. Por isso, pense em móveis funcionais e que não causem bloqueio ou prejudiquem a mobilidade dos usuários.

Saiba mais: Entrevista Exclusiva: Delton Batista – Presidente ADVB/SC

Áreas privativas

Alguns trabalhos demandam mais concentração ou momentos de privacidade. Projete um ambiente em que seja possível que uma pessoa realize chamadas telefônicas ou faça uma pequena reunião com um número pequeno de pessoas.

Uma dica é alugar uma mesa multifuncional, em que se pode trabalhar com o auxílio do computador ou se reunir com duas ou três pessoas para uma conversa privativa. Cadeiras giratórias são as mais apropriadas para espaços com essas finalidades.

Decoração

É importante harmonizar os espaços com o contexto e perfil dos usuários. Para coworkings que apresentam comportamentos mais descontraídos, uma dica é investir em objetos que fazem parte do estilo industrial.

Saiba mais Entrevista Exclusiva: Adriano Bornschein – CEO Catarinense Pharma

Nem sempre o perfil das pessoas que se apropriarão do espaço é fixo. Nesse sentido, a escolha dos objetos de decoração deve ser dinâmica, optando por aqueles que são mais neutros e que podem ser facilmente substituídos.

Áreas interativas

Além das estações de trabalho, é interessante investir em espaços de descontração. Sala de jogos, café e estrutura de pequeno bar são ideais para a valorização do ócio criativo.

Isso torna o projeto mais acolhedor e permite que as pessoas se relacionem com mais leveza quando estiverem no horário de pausa ou descanso.

Área de recepção

É por meio dela que o cliente do coworking terá o primeiro contato com o espaço. Os móveis devem ser convidativos, bem organizados e agradáveis. Além disso, é de fundamental importância que a recepção seja funcional.

Essa é a palavra-chave do contexto porque o cliente está buscando justamente pelo acesso à funcionalidade do ambiente. Otimize o espaço com mesas, cadeiras, aparadores e poltronas confortáveis.

Não deixe de dar uma atenção especial à iluminação do ambiente. Preveja o número de visitantes para que a recepção não fique superlotada. Se possível, promova o método de atendimento por meio de agendamento prévio.

Um pouco de vida

As plantas são elementos que auxiliam na quebra da frieza dos ambientes. Além disso, elas purificam o ar e deixam o local mais agradável. Para ambientes fechados, invista em cactos, suculentas, bambus e orquídeas.

Garanta a mobilidade e acessibilidade dos usuários

Existem vários planos de utilização dos ambientes, que variam desde a locação por horário até pacotes mais longos, que podem durar meses. Mobílias portáteis e dispostas na ordem correta facilitam o trânsito dos usuários.

Leve em consideração o acesso de pessoas com limitações físicas ou portadoras de necessidades especiais, os ambientes precisam ser funcionais e fornecer as melhores condições de autonomia e segurança.

A flexibilidade da mobília é fundamental. Diante disso, os móveis para locação são os mais indicados porque eles garantem a transformação prática das posições de trabalho, que devem se adaptar a cada situação e necessidade.

Para mais notícias sobre empreendedorismo e negócios na região CLIQUE AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui