International Fish Congress Brasil divulga programação oficial

A comissão organizadora divulgou a programação oficial do Internacional Fish Congress com mais de 30 conferencistas de 12 países. O maior evento da cadeia de pescados será realizado de terça a quinta-feira (17 a 19 de setembro), no Centro de Eventos Maestra, no Recanto Cataratas Resort, em Foz do Iguaçu, no Paraná.

O evento reunirá todos os elos da cadeia produtiva em um só tempo e lugar com Congresso Internacional, Feira de Negócios Fish Expo Brasil, que já tem a presença confirmada das principais empresas de equipamentos, nutrição, sanidade e industrialização do pescado. A feira de negócios será realizada na quarta e quinta-feira (18 e 19 de setembro), das 14h às 22h. com exposição de tecnologias e conhecimento por empresas e instituições públicas. Ainda nos dias 18 e 19 o evento apresenta o Espaço Áqua 4.0, para startups agro mostrarem suas soluções.

O Ex. Ministro da Pesca e presidente do International Fish Congress Altemir Gregolin destaca “A feira de negócios apresentará o que temos de melhor em termos de tecnologias no mercado. E o Espaço Aqua 4.0 pretende dar visibilidade para as inovações que estão sendo desenvolvidas no marco da revolução informacional  e que serão determinantes para a competitividade do setor de pescados no próximo período”.

Com a presença de conferencistas nacionais e internacionais, o IFC Brasil discute temas relevantes para a cadeia produtiva do pescado. Buscará respostas aos desafios do desenvolvimento, sejam eles relacionados a questões de estratégia, de políticas públicas, de ação dos agentes da cadeia, de tecnologias, etc.

Eliana Panty, diretora executiva do IFC & FEB complementa que este é o primeiro evento que reúne toda a cadeia do pescado para discutir os rumos e oportunidades do setor “Temos na programação painéis que vão discutir assuntos de interesse de toda a cadeia do pescado, com a presença de conferencistas de pelo menos 10 países, uma oportunidade de unir os interesses e traçar estratégias conjuntas para o Brasil cumprir a meta se ocupar um posto mais alto entre os players globais, como já faz com a carne bovina, de frango e suína”.

Abertura e palestra magna

O credenciamento abre na terça-feira, 17 de setembro, às 14h. A solenidade de abertura do IFC Brasil está marcada para as 18h. Às 19h30min, José Graziano da Silva, Diretor Geral da FAO, ministra a Palestra Magna com o tema: Estado atual e tendências em relação à produção, consumo e comércio mundial de pescados. E o Futuro do acordo reitor dos portos.

Congresso  Internacional 

Na quarta-feira, 18 de setembro, serão discutidos temas de caráter conjuntural e estratégico para a cadeia de pescados. Também serão realizadas apresentações de trabalhos científicos das universidades: UNILA, Unioeste, UFPR, UFFS e IFPR. Confira os temas apresentados:

  • Desenvolvimento e estratégias de mercado dos grandes produtores mundiais de pescados – Nils Martin Gunneng, Embaixador da Noruega; Carlos Wurman – M. Sc. Economics, Hull University, Reino Unido. Wurman é Presidente Executivo do Programa Estratégico do Salmon, Chile e consultor sobre mercados mundiais futuros;
  • Tendências em relação ao consumo de pescados e as mudanças no processo produtivo: sustentabilidade, rastreabilidade e certificação – FAO e Carrefour
  • Das águas à mesa do consumidor – Como tornar a cadeia competitiva e sustentável! Copacol e Bom Peixe
  • Estratégias e Políticas para transformar o Brasil em um grande player mundial de pescados – Jorge Seif Junior – Secretário Nacional de Aquicultura e Pesca – MAPA; Eduardo Lobo – Presidente da ABIPESCA; Francisco Medeiros – Presidente Executivo da PEIXEBR; Jorge Neves – Presidente do Sindipi; Eduardo Ono – Presidente do Comitê de Aquicultura da CNA e Itamar Rocha da ABCC.
  • Exportar para ampliar o mercado – oportunidades e estratégias para o Brasil – APEX – Brasil
  • A competitividade da tilápia no mercado nacional e internacional – Nícolas Landolt – Sócio e CEO da Empresa Tilabrás e Geneseas
  • Peixes Amazônicos – As oportunidades para o Brasil no mercado mundial – Gustavo Sakata – Empresário, Piscicultor e Exportador de Pirarucu para os EUA e membro da Sociedade Nacional de Aquicultura, Peru.

Seminário Internacional de Aquicultura

Na quinta-feira, 19 de setembro, a programação científica abre às 8h e encerra às 18h com os seguintes temas:

  • Evoluções na indústria de proteína animal: os caminhos para a indústria de tilápia no Brasil – Fernando Bocabello – DSM;
  • A Revolução Informacional e a Aquicultura 4.0. Estamos preparados? – Felipe Matias, Engenheiro de Pesca, Mestre em Aquicultura e Sustentabilidade, Dr em Biotecnologia em Recursos Pesqueiros;
  • Tendências e Inovações em rações para peixes – Spencer Lawson – Manager, U P & C Technology at Wenger Manufacturing – EUA;
  • Tilapia Season: Ajustando o conteúdo da ração e o arraçoamento conforme a sazonalidade – Frederic Baron – França – Grupo NEOVIA;
  • Nutrição de alta performance em produções intensivas – Giovanni Sampaio – Instituto de Pesca de SP;
  • Nutrição de precisão: Como aproveitar ao máximo o alimento ingerido, aumentando a eficiência e poluindo menos o meio ambiente – João Manoel Cordeiro Alves – Aquafeed Product Manager – Grupo Guabi;
  • O uso de aditivos e seus resultados zootécnicos – Wilson Boscollo – Professor e Pesquisador da Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE;
  • Sanidade nutricional e qualidade da água na piscicultura: O uso de aditivos e biorremediadores como estratégia para aumentar a imunidade e alcançar melhores resultados econômicos – José Luiz Mouriño – Professor e Pesquisador da Universidade Federal de Santa Catarina;
  • “Uma Nova Era no melhoramento genético da tilápia – seguiremos o caminho do frango?”, por Diones Bender Almeida, diretor de melhoramento genético da Genomar Genetics Latino América, Mestre e Doutor em Zootecnia. Desenvolve programa exclusivo de genética de tilápia para a Aquabel em parceria com a Aquagen e Genomar;
  • Pesquisa, desenvolvimento e inovações em aquicultura: Prioridades e investimentos da Embrapa Pesca e Aquicultura – . Alexandre Freitas – Diretor Geral da Embrapa Pesca e Aquicultura;
  • Tendências da produção de tilápia em tanques-redes – Eduardo Yamashita – Gerente Técnico Latam Áqua – DSM;
  • O uso de ácidos orgânicos no controle de gram negativos (foco em Francisela) e óleos essenciais no controle de gram positivos (foco em estreptococos) – Dr. Benedict Standen – Áustria;
  • Biossegurança na aquicultura – A urgência de medidas para evitar riscos à atividade – MAPA
  • Vacinas e questões sanitárias na aquicultura – Rodrigo Zanollo – Gerente Aquacultura – MSD;
  • Vacinas autógenas na aquicultura: Ferramenta para a gestão dos desafios sanitários emergentes no Brasil – Santiago Benites de Pádua – Médico Veterinário, Mestre em Aquicultura, pesquisador e gerente de produtos Aqua do Laboratório Biovet Vaxxinova;
  • Medidas de controle de off flaver na produção de peixes cultivados – Dr. Gianmarco Silva David – Pesquisador do Instituto de Pesca de São Paulo;
  • Manejo de efluentes na aquicultura – Anderson Codebela – Professor e Pesquisador do Instituto Federal do Paraná;
  • O cultivo de camarões no interior do Brasil: uma nova alternativa econômica – Geraldo Fóes – Professor e Pesquisador da Universidade Federal de Rio Grande -FURG;
  • Produção do Peixe Panga no Brasil: Indicadores de resultados e viabilidade econômica – Martinho Carlos Colpani Filho – ABCPanga;
  • Sistema IMMERSUS de controle de arraçoamento – Wagner Camis – Zootecnista, Piscicultura Água Pura – SP;
  • O desenvolvimento da maricultura no Brasil: avanços e desafios tecnológicos, econômicos e de regulamentação – Gilberto Manzoni – Professor e pesquisador da Universidade do Vale do Itajaí – Univale;
  • Case de sucesso em sistema de produção e manejo de tambaqui em células – Experiências: Jenner de Menezes – Engenheiro de Pesca e Piscicultor – Biofish/RO;
  • Case de sucesso em sistema de produção e Manejo de tilápia;

 Seminário Internacional de Pesca

A Programação já está definida, apenas aguardando a confirmação de todos os conferencistas para ser divulgada.

O Internacional Fish Congress é voltado para empresários, aquicultores, pescadores, armadores de pesca, agentes do mercado, prestadores de serviços, fornecedores, dirigentes, profissionais do setor e formadores de opinião. A programação científica do evento foi construída com a colaboração das entidades do setor, Secretaria Nacional de Aquicultura e Pesca, empresas e profissionais do setor.

Inscrições

As inscrições estão abertas com os seguintes valores a partir de 06 de setembro e durante o evento, R$ 450,00 para profissionais e R$ 225,00 para estudantes. As inscrições devem ser realizadas pelo site: https://ifc.quemvai.com.br/

Sobre o International Fish Congress

Com o lema “Das águas ao consumo”  o evento tem o apoio das principais entidades do setor Aquabio – Sociedade Brasileira de Aquicultura e Biologia Aquática, Ocepar – Organização das Cooperativas do Paraná, ABIPESCA – Associação Brasileira da Indústria da Pesca, PEIXEBR – Associação Brasileira da Piscicultura, SINDIPI – Sindicado dos Armadores e Indústria da Pesca, ABRAPES – Associação Brasileira de Fomento ao Pescado e ABPA – Associação Brasileira de Proteína Animal,CNA/SENAR e ABRAS – Associação Brasileira de Supermercadistas.

As discussões têm o apoio da FAO – Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação e MAPA através da Secretaria da Aquicultura e Pesca. Entre os apoiadores estão ainda BRDE – BRDE – Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, Fundação Terra, Governo do Estado do Paraná, ADAPAR e EMATER. O evento tem ainda o apoio científico da UNILA, UNIOESTE, UFFS, UNIVALI e Instituto Federal Paraná Campus Foz do Iguaçu e Copacol.

 

Informações:

International Fish Congress e Fish Expo Brasil

Quando: De terça a quinta-feira (17 a 19 de setembro)

Onde: Centro de Eventos Maestra, Cataratas Resort, Foz do Iguaçu, Paraná

Saiba mais: http://www.internationalfishcongress.com.br/inicial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui